Não leve tudo tão a sério

    
     Outro dia, fui a uma loja (dessas que vendem desde esmaltes à colchões infláveis), e estava olhando a seção de livros. Escolhi o que ia dar de presente a uma amiga, e beleza. Do meu lado, tinha uma garota que parecia ter a minha idade; e como não sou um pessoa desinibida ou do tipo que sai por aí falando com garotas aparentemente da minha idade, fiquei na minha. Do nada, ela derruba escandalosamente um dos livros no chão. 
    E pra não ficar aquele clima "nossa que garota estabanada" (até por que isso acontece com todo mundo), eu ri pra ela, por ter achado a situação engraçada mesmo, e ela também riu.
    Tá, não pense que depois disso viramos amigas de infância e não nos distanciamos mais, não, isso não aconteceu. Simplesmente ela pegou o livro do chão e cada uma seguiu o seu rumo; e se eu ver a menina agora não a reconheceria (já deu pra entender né?). 
   Enfim, o ponto ao qual eu queria chegar com isso é que, as vezes, é fácil deixar uma situação que seria chata, normal (até por que derrubar um livro sem querer é normal). Mas também não estou dizendo que salvei a reputação da garota e pra você começar a gargalhar quando alguém fizer algo constrangedor. Só pra encarar as situações de maneira diferente, não tão a sério, vale a pena pensar nisso. 

                                                                                                                                                         (:

1 comentários:

Raíla Guimarães disse...

Falou e disse... Eu vivo pensando nisso, sabe? Tem tanta coisa ruim que acontece e agt podia evitar...

Beijo!
RaílaG.

Postar um comentário

 
Layout de Giovana Joris