Papo Literário #2 - Segunda estrela à direita, direto até o amanhecer.

 
O "Papo Literário" é uma coluna do Blog Livros e Coisas Menos Incríveis, onde todas as quintas-feiras o Caleb vos escreverá sobre livros, autores, adaptações cinematográficas, séries de TV’s, indicações etc. 
Oi pessoal, estou de volta com mais um Papo Literário feito inteiramente para vocês. Mas antes de começar é preciso pedir desculpas por não ter feito o post na semana passada. Aconteceu algo muito triste da quarta para a quinta-feira anterior. O pai de uma de minhas vizinhas foi assassinado de forma brutal, e a vizinhança inteira sentiu muito a dor dela e da mãe. Mas, a vida, tal qual um rio, segue em frente. Ele sem dúvidas está em lugar melhor agora. Agora, vamos ao post dessa semana, que por sinal é muito especial para mim, então, espero que gostem.

No post anterior, vos apresentei uma de minhas autoras preferidas, a Lauren Kate, afinal é sempre bom conhecer novos autores, não acham? Mas não se pode negar que são os antigos, ou melhor: os eternos, que geralmente nos levam aos lugares mais incríveis de todos. E O Papo Literário de hoje é total e inteiramente dedicado a um desses lugares incríveis.Vou leva-los a um lugar maravilhoso, mas não se apressem, não há necessidade de malas, passagens, nem nada do tipo. Então venham comigo para onde nascem os sonhos e o tempo nunca é planejado. Basta pensar em coisas alegres, e seus corações voarão, para sempre, na Never-Neverland!

Ah! A Terra do Nunca...quem é que nunca quis ir para lá e ser criança para sempre?

Mas o que na verdade poucos sabem é como e de onde surgiu esta história tão bela, que nos apresenta um garoto que optou por ser criança para sempre e outros tantos personagens cativantes, tais quais Wendy e seus irmãos mais novos Miguel e João ou Naná, a cachorra babá. Resumirei para vocês:


Sir James Matthew Barrie (1860-1937) é o criador de Peter Pan, personagem que vem povoando os sonhos das crianças de muitas gerações.
Escrito inicialmente como um romance para adultos, depois como um livro de arte e como uma peça de teatro, Peter Pan e Wendy só tomaria a forma de livro para crianças em 1911. Uma versão que por sinal foi considerada bastante ousada para a época.
Mesmo já com a idade avançada, Barrie podia interpretar o Capitão Gancho e Peter Pan com entusiasmo para o filho de sua secretária, Lady Cynthia Asquith.
Em 1929, poucos anos antes de seu falecimento,Barrie doou os direitos autorais de Peter Pan para o Hospital infantil de GreatOrmond Street, em Londres.

"Sonhos se tornam realidade,
se você desejá-los o suficiente."


Acredita-se que Barrie, inventou Peter Pan quando contava histórias aos filhos da sua amiga Sylvia Llewelyn Davies, os Llewelyn Davies boys, com quem mantinha uma relação de amizade muito especial embora ambos fossem casados.

O nome provém de duas fontes: Peter Llewelyn Davies, o mais novo dos rapazes naquela época e de Pan, o malévolo deus grego das florestas. Poucos anos após a morte de seu marido, Sylvia Davies morreu de câncer e Barrie foi nomeado co-tutor dos garotos, sem adotá-los oficialmente.

Há também quem sugira que a inspiração para o nome tenha sido o irmão mais velho de Barrie, David, que morreu acidentalmente patinando no gelo, quando tinha apenas 13 anos afetou profundamente a mãe deles. De acordo com Andrew Birkin, autor do livro J. M. Barrie and the Lost Boys, foi "uma catástrofe inacreditável da qual ela nunca se recompôs... Margaret Ogilvy retirou conforto da noção que tendo David morrido tão jovem, permaneceria um rapaz para sempre. Barrie buscou nessa ideia a inspiração".

O livro foi publicado em quase todos os países do mundo e a história do menino que não queria crescer se alastrou de forma inexplicável. Hoje em dia é praticamente impossível encontrar alguém que nunca tenha ouvido falar em Peter Pan (se encontrarem tal pessoa tragam-na até mim para que eu também possa presenciar um milagre). Algumas das capas mais legais em minha opinião são:


Mas Barrie mal sabia que seu personagem se tornaria lendário, e alcançaria um público tão grande ou tantas adaptações, como por exemplo:
  • A Paramount Pictures editou a primeira versão em filme de Peter Pan em 1942. Era um Filme mudo protagonizado por Betty Bronson no papel de Peter e Ernst Torrence no papel de Capitão Gancho. Barrie escolheu Bronson para o papel e até escreveu novos textos, mas o realizador preferiu guiar-se pelo argumento da primeira peça. No ano 2000, a Biblioteca do Congresso dos Estados Unidos classificou-o como sendo de importância cultural e escolheu-o para ser preservado no NationalFilm Registry.
  • Foram produzidos vários musicais, sendo os mais conhecidos o de Jerome Kern de 1924, de Leonard Bernstein de 1950 e o de Jerome Robbins em 1954.
  • Em 5 de Fevereiro de 1953, a Disney lançou uma versão animada de Peter Pan.
  • Em 1979 foi levada ao palco mais uma versão protagonizada pela atriz de TV e da Broadway Sandy Duncan.
  • Em 1990, a Fox Studios edita uma série de desenhos animados chamada Peter Pan andthePirates (Peter Pan e os Piratas, no Brasil) que relata as aventuras diárias de Peter, Wendy e os Garotos Perdidos. Jason Marsden deu voz a Peter e Tim Curry ao Capitão Gancho.
  • Em 2003, P. J. Hogan realizou um filme protagonizado por Jeremy Sumpter (Peter), Rachel Hurd Wood (Wendy) e Jason Isaacs (Hook).
  • Em uma dessas adaptações aparece Jane,filha de Wendy, os dois se encontram e surge uma nova aventura de Peter, criada pela Disney, fazendo uma continuação e trazendo um final feliz.
  • Até mesmo Os Muppets prestigiaram Peter Pan. Você pode conferir como clicando no link.
  • Em 2005 o Hospital GreatOrmond Street, detentor dos direitos dos personagens, selecionou dentre várias uma única para ser a sequência oficial do livro. O livro já foi lançado no Brasil e se chama Peter Pan Escarlate.
Há ainda muito que contar sobre esta maravilhosa obra, mas não podemos nos prolongar demais, pois é necessário lembrar que na Terra do Nunca esquecemos muito rápido de tudo que vivemos. Portanto, lamento informar que está na hora de voltar para casa. Quem sabe um dia, não voltamos todos para mais uma visita ao Peter e os Garotos Perdidos? Eu adoraria!

Até semana que vem, e como há braços, abraços.
Caleb Henrique.

6 comentários:

Karine Marinho disse...

Sou looooouca por ler o livro original, não as histórias que contam. Adorei essas curiosidade sobre Peter Pan :)
Beijos,K.
Girl Spoiled

ruth disse...

Amo Peter Pan, que escolha feliz a sua Caleb, parabéns!

'Mairana disse...

Ótima escolha falar do Peter Pan (que tem tudo a ver com você e seu eterno coração de criança). Adorei as curiosidades e o fato de você ter falado das adaptações para o cinema, com certeza irei procurar essas versões antigas para assistir, o filme mudo será o primeiro, haha.
E como sempre, parabéns pelo post.

Emannuel Henrique disse...

caraka Caleb to surpreso com vc cara parabéns poxa vc é feraa meu adorei ótima escolha mesmo concordo com vcs meninas o peter pan é uma história ótima parabéns irmãozinhoo fiquei teu fã agora...

Rhayanny Batinga disse...

Que lindo, Caleb. Parabéns pelo blog. Muito show esse post, você é realmente uma pessoa que me surpreende a cada dia que passa *-*

Nina disse...

Foi uma história que eu sempre ouvir falar, mas me interessei mesmo há pouco tempo, logo após assistir ao filme ''Em busca da Terra do Nunca'', que contou com uma participação brilhante do meu amado Johnny =] Enfim, após assisti eu comecei a sentir curiosidade a respeito da história, e vi o quão linda é, umas das melhores do mundo, sério :]
Adorei o post, e você se expressa muito bem, Caleb ^^
Beijos, Nina.

Postar um comentário

 
Layout de Giovana Joris